quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

PSICOPATIA: a máscara da Justiça
Autores:
JORGE TRINDADE
ANDRÉA BEHEREGARAY
MÔNICA RODRIGUES CUNEO
Ano de Edição: 2009
Páginas: 179
Os autores buscam reconhecer a psicopatia como um construto composto por múltiplas variáveis, características e conotações, eles realçam aspectos que os operadores do direito, os psicólogos, os psiquiatras e os assistentes sociais, enquanto colaboradores dos sistemas de justiça e de administração, precisam conhecer para promoverem o adequado manejo de situações que, de forma direta ou indireta, envolvem indivíduos com indicadores que conformam a psicopatia, seja pela vertente relacional e interpessoal, seja pela prática de comportamentos anti-sociais
SOBRE O(S) AUTOR(ES) :
JORGE TRINDADE (*)
É um pensador e um investigador que se locomove com agilidade intelectual em diversas áreas do conhecimento humano. Iniciou sua carreira pelo Minitério Público, foi Promotor de Justiça em diversas cidades, graduou-se em Psicologia. Optando pela área clínica, especializou-se no exterior em psicoterapia. É coordenador do Programa de Estudos Pós-Graduados e Coordenador do Curso de Especialização em Infância e Juventude, é professor da ULBRA, onde ensina Psicologia Jurídica na Faculdade de Direito, Bioética na Faculdade de Medicina e Psicoterapia na Faculdade de Psicologia. Mestre em "Desarrollo Comunitario" pela Universidade da Extremadura (UEX, 1996) Espanha, Doutor (Ph.d.) em Psicologia Clínica e Saúde Mental pela Wisconsin International University (WIU, 1998), Estados Unidos, e Livre-Docente em Psicologia Jurídica pela ULBRA. Atualmente é Presidente da Sociedade Brasileira de Psicologia Jurídica.
ANDRÉA BEHEREGARAY (*)
É Psicóloga graduada pela PUC/RS. Especialista em Ciências Penais pela PUC/RS. Mestre em Ciências Criminais pela PUC/RS.
MÔNICA RODRIGUES CUNEO (*)
Promotora de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente exerce suas atribuições junto à Promotoria de Justiça de Família da comarca de Cabo Frio, tento sido titular da Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude da mesma comarca. É Especialista em Direito da Criança e do Adolescente pela ESMP/RS.

Nenhum comentário: