quarta-feira, 8 de julho de 2009

Criminologia de ambientes é tema de simpósio no DF
O décimo oitavo Simpósio Internacional sobre Criminologia de Ambientes e Análise Criminal (ECCA) será realizado de 6 a 10 de julho de 2009 na cidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil.
A conferência, que tem entre as instituições organizadoras o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, irá cobrir temas relacionados ao policiamento orientado por problemas, policiamento baseado em inteligência, ciência criminal, prevenção situacional de crimes e criminologia de ambientes. O evento constitui um seminário temático inserido no cronograma da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública - CONSEG (www.conseg.gov.br).
Criminologia de ambientes é uma vertente pragmática da corrente majoritária da criminologia – é o estudo da atividade criminal e vitimização, e de como fatores de geografia espacial influenciam delinqüentes e vítimas. Isto não deve ser confundido com crimes contra o meio-ambiente que, por sua vez, é constitui um tipo de crime cujas características podem inclusive ser objeto de estudo da criminologia de ambientes; como, por exemplo, a distribuição geográfica de crimes contra a fauna silvestre e a análise das redes de receptação do crime organizado.

A análise criminal envolve uma gama de processos sistemáticos, com o objetivo de identificar causas e correlações entre dados criminais e outras fontes relevantes de informação com o propósito de embasar o processo de decisão que defina a distribuição e a alocação de recursos, bem como a definição de prioridades em geral da atividade policial e da prevenção de crimes.

Os temas abordados na conferência serão os seguintes:
- Análise criminal, incluindo a análise de drogas, crimes violentos, crimes contra o patrimônio, contra os costumes e contra o meio-ambiente;
- Análise de perfil dos agressores, incluindo a análise de jovens, gangues e mobilidade de agressores em geral;
- Pesquisas de vitimização, sensação de insegurança e percepção do público;
- Crime organizado e análise de suas redes e conexões;
- Análise criminal para investigações;
- Prevenção criminal, segurança pública e indicadores de avaliação de impactos;
- Mapeamento criminal e análise geográfica;
- Formatação e simulação de ambientes criminais

Na quinta e sexta-feira, mais especificamente, terá lugar discussões temáticas da
1ª CONSEG.

Além do FBSP, a preparação e organização do evento envolveram várias outras instituições: a Academia
Nacional de Polícia, Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública da
UFMG, os membros ECCA, a Secretaria
Nacional de Segurança Pública (SENASP/MJ), a University College London, e o
PNUD/Brasil.

Nenhum comentário: