sexta-feira, 24 de julho de 2009

Profissionais recebem capacitação em Antropologia Forense em São Paulo
O aperfeiçoamento profissional deve ser uma busca incessante de todo profissional. Sabendo disso, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça, promove a partir de segunda-feira (27) o Curso de Capacitação em Antropologia Forense na capital paulista. A iniciativa conta com a parceria da Universidade de São Paulo e do Instituto de Medicina Legal do estado.
Com o auxílio de criminalistas e médicos forenses, esse trabalho se mostra extremamente necessário nas tragédias naturais, acidentais ou de terrorismo, identificando cadáveres e esclarecendo a circunstância da morte.
O curso atenderá 20 médicos-legistas e odonto-legistas de vários estados para a realização de exames em antropologia forense, instrumento indispensável da medicina legal.
Os participantes terão palestras sobre Introdução à Antropologia Forense, Traumatologia e Osteopatologia, Identificação Odontológica, Identificação por DNA, Estatística e Informática aplicadas a antropologia forense, Discussão de casos em antropologia e avaliação.
Participarão do evento o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, o coordenador da Polícia Técnico Científica, Celso Periolli, delegado geral da Polícia Civil, Domingos de Paulo Neto, comandante geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Batista Camilo e o diretor técnico do Instituto Médico-Legal, Hideaki Kawata.
O curso terá duração de uma semana, de 27 a 31 de julho, das 8 ás 18h no Instituto de Medicina Legal (avenida Dr. Enéias de Carvalho Aguiar, 600 - 1º andar/ Auditório – Bairro Cerqueira César). Fonte: MJ.

Nenhum comentário: