segunda-feira, 31 de março de 2008

"JUNTOS" - Participantes deixam suas contribuições sobre o I Seminário Paraibano sobre Bullying Escolar e Incentivo à Cultura de Paz.


"JUNTOS"


Maguy Lima (João Pessoa - PB): "Sou psicóloga e estive na sua palestra no I seminário Paraibano sobre Bullying... Parabens pela fala."

Maria do Amparo (João Pessoa - PB): Professor estou ainda muito encantada com o seminário aqui em João Pessoa. A sua palestra nos diz que precisamos estar cada vez mais atentas as questões do bullying. Estarei em breve enviando meu depoimento conforme solicitado.Sou Conselheira Tutelar e professora da rede pública de ensino. Um abraço.

João dos Prazeres (Recife-PE): "O evento foi muito importante. Parabéns aos organizadores. Assim o povo fica melhor informado das coisas. Achei que o senhor foi bem objetivo, dinâmico e muito esclarecedor na sua palestra."

Eveliny (João Pessoa - PB): "Parabéns pela palestra no Seminário sobre Bullying em João Pessoa.Eu trabalho em duas áreas:Psicóloga de um Conselho Tutelar e Professora de Ed. Infantil em uma Escola Privada. Gostei muito do Seminário e vou enviar meu depoimento para seu site-como foi sugerido por você.É uma boa estratégia de vínculo com as pessoas e de retorno da comunicação.Um Abraço, Eveliny"


Sarah Carvalho (João Pessoa - PB): " Olá, gostaria de dizer que gostei muito de sua palestra aqui em João Pessoa (no seminario sobre bullying)...e que se tivesse mais tempo...com td certeza teria sido mais enriquecedora!!! =)parabénss...

Laura Cittadino (João Pessoa, PB): "Olá Professor. Adorei sua palestra no I Seminário sobre Bullying Escolar aqui em João Pessoa...Espero ter a oportunidade de assitir novas palestras do senhor!Sou aluna do 7o período de psicologia.Abraços.

Vândia Cláudia Costa da Silva, Psicóloga, João Pessoa _ Paraíba: " Fiquei satisfeita com o nível de informações que foi transmitido pelos palestrantes, acordando-me um sentimento de respeito e deslumbramento frente ao elevado nível de conhecimento científico, acerca do fenômeno Bullying, entre diversos profissionais de nosso país. Temos um abrangente campo de trabalho, pois como Professora Drª Cleo Fante expressou, existe Bullying, na família, na escola, na universidade, no trabalho e na nova constituição familiar. Portanto, para atendermos a esse fenômeno social, a multidisciplinaridade da ciência se revela o melhor instrumento, visto que, se corrige a si próprio, progride, e oferece possibilidades de soluções tanto preventivas como curativas. Vândia Cláudia".

Socorro Wanderley e Luciana Moura. João Pessoa (PB). Embora já estarmos trabalhando com tema - Bulliyng - desde 2005 num trabalho preventivo, na escola pública municipal Prof. Ubirajara P. Rodrigues, João Pessoa /PB, ficamos felizes em saber que não estamos sozinhos. Foi muito importante esse encontro pois nos permitiu conhecer, através do poder público, leis que até então eram desconhecidas e que vão nos ajudar a lidar com a problemática e vencer a banalização da violência. Nos sentimos honrados com a presença de profissionais qualificados e competentes que compartilharam seus conhecimentos com profissionais de todas as áreas do conhecimento, deixando registrado em nossas mentes que "juntos" buscaremos uma cultura de paz. Parabéns!! Contem conosco.

Ellen Barros. João Pessoa (PB). Eu sou suspeita para falar qualquer coisa sobre o I SEMINÁRIO PARAIBANO SOBRE BULLYING ESCOLAR E INCENTIVO A CULTURA DE PAZ. SUCESSO! é o seu sobrenome, evento coroado pelo brilhantismo dos nossos convidados/palestrantes, pela atenção e empenho dos nossos seminaristas e pela competência, abnegação e trabalho de todos que fizeram parte da comissão organizadora desse evento. A todos em nome dessa comissão o meu MUITOOOOOO OBRIGADAAAAAAA!

Lélio Braga Calhau. Governador Valadares (MG). Quero parabenizar a organização do evento e aos participantes pelo I Fórum Paraibano sobre Bullying. Destaco a palestra de Cleo Fante, excepcional, objetiva e direta e o esforço pessoal dos Promotores Soraya e Alley Escorel na realização do Seminário. Aprendemos tanto em um só evento. Vamos replicar o que aprendemos e ajudar as pessoas que necessitam de nós. E façamos isso JUNTOS, ouvindo e mantendo um diálogo franco e sincero com os envolvidos. Sonho o dia que no fórum poderei trabalhar com o apoio direto de pedagogos, psicólogos e assistentes sociais no controle da criminalidade. Temos muito o que aprender com as equipes interdiciplinares da infância e da juventude. É a visão interdiciplinar que possibilitará uma resolução mais justa para situações de conflitos pessoais (como o bullying).

Klóvis Carício,João Pessoa-PB. Sou estudante do curso de Direito, 1° período, e fiquei bastante satisfeito em participar do I Seminário Paraibano de Bullying...Confesso que inicialmente estava receoso quanto à contribuição que esse evento poderia proporcinar, pois acreditava erroneamente que a questão do Bullying não estava inserido na área do Direito. Apesar da do alto nível de todos os palestrantes, dois deles me encantaram pela simplicidade e clareza: Guilherme Shelb e Lélio Braga. Podem ter certeza que vocês servem de exemplo para jovens iniciantes,como eu, nesse íncrivel mundo a ser desvendado: o mundo do Direito. Obrigado!

Valeria Garcez. João Pessoa (PB): "Olá Professor Lélio, participei da palestra que o senhor deu aqui em João Pessoa.Foi ótima."

Socorro Pimentel, psicóloga escolar/educacional,mestre em educação . João Pessoa-Paraíba. Prezado Prof. Dr. Lélio Braga Calhau, assisti a palestra ministrada pelo senhor no dia 29 de março do corrente ano durante o I Seminário Paraibano sobre Bullying Escolar e Incentivo `a Cultura de Paz, fiquei encantada com a abordagem utilizada no seu discurso. Parabéns , vislumbro , apartir do seu pensamento holístico, um Direito humanizador, voltado para o olhar interdisciplinar das áreas de conhecimento e diversidade humana. A sua exposição temática durante o evento, possibilitou-nos, uma auto-reflexão dos nossos saberes e fazeres. É maravilhoso e prazeiroso ouví-lo, bem como, saber que temos magistrados que vão além das frias interpretaçãos das Leis. Obrigada pela sua existência.

Alcione Melo Trindade, sou de Recife/PE, psicóloga e mestranda do P.Pós Graduação em Psicologia da UFPE. O meu objeto de estudo é a INTIMIDAÇÃO/BULLYING. Por este motivo que fui ao encontro. Gostei do seminário. Percebi a boa preparação (teórica e experencial) dos palestrantes e pude ampliar os meus conhecimentos. Contudo senti falta de mais pesquisadores que investigassem o fenômeno, para ampliar o debate, e fazer uma leitura do mesmo na esfera da violência, da cultura e da reprodução dos preconceitos da sociedade. Percebi a família sendo muito culpabilizada pelos atos dos envolvidos. Será somente esta explicação?

Ivania Marçal dos Santos. Psicológa Educacional. J.Pessoa-PB. O bullying é um tipo de violência disfarçada em brincadeira, portanto, é preciso que estejamos atentos para as situações em que os jovens estejam envolvidos em abusos contra crianças e adolescentes. Suas conseqüências podem ser físicas e/ou psicológicas, que vão desde a baixa auta-estima até o suicídio, entre outras possíveis tragédias. Neste contexto, eu enquanto psicóloga educacional estou buscando conhecimentos a respeito desse fenômeno que está aflingindo a sociedade. No meu entender, só somando as forças entre: pais/escola/comunidade/justiça/Igrejas/Conselho
Tutelar/etc, é que podemos construir ações efetivas para combater esse mal. No entanto, enquanto não hover um plano de ações conjunta com os entes públicos, acredito que a escola tem subsídios para contribuir de forma preventiva, promovendo atividades na qual sejam trabalhados valores como: solidariedade, afetividade, emoção, repeito, dignidade, tolerância, etc, para que as ações violentas sejam disseminadas, incentivando à cultura de paz. Ivania Marçal dos Santos, Psicológa Educacional , J.Pessoa-PB.

Iris Porto, Jornalista, João Pessoa (PB): Olá Professor,Parabéns por sua visão interdisciplinar na abordagem sobre o Bullying na Escola. O filósofo da cibercultura, Pierre Lévy, prega justamente isso. "O saber-fluxo ( a relação intensa com a aprendizagem a transmissão e a produção de conhecimento ) diz respeito à massa de pessoas em suas vidas cotidianas e seus trabalhos. " Significa que o senhor está "antenado" com as mudanças drásticas que ocorreram nos últimos 10 anos na comunicação humana e aplicou isso muito bem quando disse que "JUNTOS" é que conseguiremos a solução para o problema do Bullying. É isso mesmo. A produção e a transmissão conjunta de conhecimentos e saberes é a saída para descobrirmos e aplicarmos a solução.Outra coisa: Parabéns por estar no Orkut. Isso demonstra que o senhor entende que o Ministério Público deve estar presente e atuante em todas as áreas da sociedade.


"Os comentários serão atualizados e publicados com a máxima brevidade. Não deixe de mandar o seu"

2 comentários:

Anônimo disse...

Fiquei sabendo que o evento foi maravilhoso. Luciana Seixas - Campina Grande (PB).

Bullying disse...

vamos pedir para que todos add o perfil do orkut

abraços!

Ellen