quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Brasil é o 5º país mais violento da América Latina
O Brasil é quinto colocado no ranking dos países latinos que possui maior taxa de homicídios na América Latina, e sexto no índice mundial.
O dado consta do estudo, Mapa da Violência: os jovens na América Latina , divulgado no dia 25.11.08, pela ONG Rede de Informação Tecnologica Latino-Americana em parceria com Ministério da Justiça e Instituto Sangari.
O estudo demonstra que a desigualdade na distribuição de renda é a principal explicação para os níveis de homicídios registrados.
As taxas são maiores em localidades com mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH).
Armas de fogo
Os países da região se destacam pelas suas elevadas taxas de mortalidade por armas de fogo, tanto na população total quanto na jovem. Na população total, os três países com maiores taxas de mortalidade por armas de fogo: Colômbia, Venezuela e El Salvador são da América Latina, região à qual também pertencem seis dos dez países com as maiores taxas.
Entre os jovens a situação é mais grave ainda. O país da América Latina que apresenta a menor taxa, Cuba, com 2,3 mortes por armas de fogo em cada 100 mil jovens, no contexto internacional encontra-se na posição 33, isto é, intermediária.
Quase todos os países da região se localizam no grupo das taxas elevadas. Algo semelhante acontece com as taxas de vitimização juvenil: todos os países da região agrupam-se acima da metade da escala.
Sumário da lista:
10 mais violentos países na América Latina (Número de homicídios por 100 mil habitantes):
1 — El Salvador (48,8)
2 — Colômbia (43,8)
3 — Venezuela (29,5)
4 — Guatemala 28,5
5 — Brasil (25,2)
6 — Guiana (18,0)
6 — Equador (18,0)
8 — Paraguai (12,3)
9 — Nicarágua (10,4)
9 — Panamá (10,4)
Fonte: Sumário do Estudo.

Nenhum comentário: