quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Por 23 a 0, TJ-SP absolve promotor Thales Schoedl por morte em Bertioga
Segundo o Portal UOl, por unanimidade, 23 votos a zero, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu nesta quarta-feira (26) absolver o promotor Thales Ferri Schoedl por legítima defesa da acusação de homicídio contra um jovem que teria provocado sua namorada na saída de um luau na Riviera de São Lourenço, em Bertioga, em dezembro de 2004. Promotor é julgado por homicídio com foro especial Após anúncio de absolvição, Thales Ferri Schoedl deixa sessão chorando; acusação vai recorrer. Após cerca de três horas de julgamento, desembargadores concluíram que depois de ter sido perseguido por seis jovens, Schoedl atirou para se defender da agressão. O pleno também considerou que o excesso de tiros, 12 no total, justifica-se porque vários deles foram de advertência para afastar o perigo.
Veja aqui a matéria na íntegra:

Nenhum comentário: