sábado, 5 de abril de 2008

Dica de filme - Criminologia - Escritores da liberdade (Freedom Writers, 2007)

Foto 1: Hilary Swank (do filme Menina de Ouro) é a atriz que interpreta a professora que mudou a realidade de vários membros de gangues.

Prezados internautas, hoje quero indicar um filme fantástico para vocês. Trata-se de "Escritores da liberdade" (Freedom Writers, 2007). É um filme que trata de temas com a educação, violência, ética, gangues e baseado em fatos reais.


Recentemente promovi um pequeno seminário de Criminologia em Governador Valadares (MG) onde reunimos especialistas da segurança para tratar do fenômeno das gangues. Houve diversas palestras, visões da Criminologia, da Polícia, da Secretaria de Estado da Defesa Social, mas a que mais me tocou foi a palestra de um Capitão da PM mineira, Antonio Adirson, e que nos trouxe a visão daquela pessoa que se encontra envolvida no problema das gangues. Lá no seu bairro afastado, sem condições de trabalho, sem ajuda, sem apoio efetivo para transformar sua vida.


Esse filme trata disso. Nós podemos recuperar várias dessas pessoas. Temos que nos esforçar para fazer a nossa parte. Para tanto devemos deixar de atuar mecanicamente no Sistema da Justiça e, em um primeiro momento, buscar entender a realidade criminológica das gangues.

A Criminologia aponta que as pessoas que estão envolvidas em gangues, na maioria dos casos, não possuem nenhum projeto pessoal para o médio e longo prazo em suas vidas. São pesssoas que tem como único objetivo viver o presente (algumas afirmam mesmo que vivem em uma "guerra"), em alguns casos, sobreviver. Temos de mudar isso, dar uma esperança e um objetivo para essas pessoas. Algumas pessoas não praticam crimes, não tanto por medo do Sistema da Justiça, mas sim, para não terem seus projetos pessoais de médio e longo prazos atrasados ou abortados antes de se iniciarem.
Espero que gostem do filme. Ele pode ser utilizado em dinâmicas com pessoas ou grupos envolvidos com problemas na Justiça. Vale a pena ver. Um abraço, lélio.
Foto 2: A professora gostava dos seus alunos. Não fazia apenas parte do sistema...


2 comentários:

Anônimo disse...

Prof. Lélio, grande dica de filme. Eu já passei pros meus alunos onde trabalho. Eles ficaram emcionados. Espero que isso ajude eles a mudarem de vida. Esse problema das gangues é muito forte. Maria dos Anjos Araújo. Rio de Janeiro (RJ).

Anônimo disse...

Prof. Lélio. Agradeço por mais esta indicação. Rosa Ramos. Campinas (SP).