segunda-feira, 28 de abril de 2008

Psicologia Criminal - Prof. Lélio Calhau responde sobre como se preparar para concursos públicos para a área de psicologia.

Suelen(UNIBAN): Sr. Lélio, boa noite !!! Meu nome é Suelen Zendron Spioni, sou aluna do 3° ano de Psicologia da Uniban, e ao fazer buscas em sites, encontrei o seu Blog. Escolhi o curso de psicologia com o intuito de trabalhar na área criminal, mais precisamente em um presídio.Gostaria de saber do sr. quais sites ou por onde devo começar para realizar meu intuito ???Será que seria uma pós graduação na área de Análise Comportamental Criminal ? Existe vagas de psicólogos para trabalhar e atender no presídio ? Aguardo uma resposta. Muito obrigada, Suelen.

Prof. Lélio: Prezada Suelen, quero parabenizá-la pela sua escolha. É cada vez mais necessária a participação ativa de profissionais da psicologia na Justiça. Acredito que nos próximos anos haverá um aumento substancial de vagas de psicólogos nos fóruns para atender a determinação da Lei federal 11.340/06(Lei Maria da Penha). Muitos estados ainda contratam os psicólogos que trabalham nos presídios, mas a tendência é que todos sejam substituídos por psicólogos concursados. Daí ser importante você já estar se preparando para os concursos de psicologia anda na faculdade. Para facilitar o seu estudo, bem como dos demais usuários do blog, transcrevo abaixo (para comparação e orientação) o programa de matérias do concurso de psicólogo do Ministério Público de Minas Gerais. Grande abraço e boa sorte, Prof. Lélio.

Técnico do MP-MG/PSICOLOGIA (2007)
1. Diagnóstico psicológico: fundamentos e passos do processo psicodiagnóstico; testes psicológicos (tipos, aplicação, interpretação, análise dos testes)
2. Entrevista psicológica: definição, tipos e finalidade.
3. Elaboração de laudo psicológico: comunicação dos resultados do psicodiagnóstico.
4. Psicopatologia: conceituação; alterações da percepção, representação, juízo, raciocínio, memória, atenção, consciência e afetividade; doenças de natureza psíquica (alcoolismo, depressão, esquizofrenia, ansiedade).
5. Princípios gerais das grupoterapias: conceituação de grupo; modalidades grupais; fenômenos do campo grupal.
6. Saúde ocupacional: qualidade de vida no trabalho; os vínculos nas instituições.
7. Psicologia do trabalho: saúde mental e trabalho; L.E.R.; ergonomia.
8. Transtornos mentais e do comportamento relacionados ao trabalho.
9. Organização do trabalho e saúde do trabalhador.
10. Assédio moral no trabalho.
Bibliografia sugerida:
ASSUNÇÃO, A. A.; LIMA, F. P. A.; LIMA, M. E. A. A contribuição da ergonomia para a identificação, redução e eliminação da nocividade do trabalho. In: MENDES, R. (org). Patologia do Trabalho. 2a.ed. ver. Ampl. São Paulo: Atheneu, 2003. v. 2, p. 1767-1789.
BRAIER, E. A. Psicoterapia breve de orientação psicanalítica. Ed. Martins Fontes, SP, 2000.
BRASIL, Ministério da Saúde Doenças relacionadas ao trabalho: Manual de procedimentos para os serviços de saúde., 2001. Capítulo 10 - Transtornos mentais e do comportamento relacionados ao trabalho. Disponível em: http://dtr2001.saude.gov.br/editora/produtos/livros/genero/livros.htm
CASTILHO, A. A dinâmica do Trabalho de Grupo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1995.
CODO, W. JACQUES, M. G. Saúde Mental e Trabalho. Leituras, Vozes, 2002.
CODO, W.; SAMPAIO, J.J.C.; HITOMI, A. H. Indivíduo, trabalho e sofrimento: uma abordagem interdisciplinar. 2a.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.
CUNHA, J. A. et al. Psicodiagnóstico. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
DEJOURS, C. A carga psíquica do trabalho. In: ABDOUCHELI, E; DEJOURS, C.; JAYET, C. Psicodinâmica do trabalho. SP: Atlas, 1994, cap. 1, p. 21-32.
DEJOURS, C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. 4a. ed. São Paulo: Cortez-Oboré, 1991. 163p.
DURAND, Marina. Doença Ocupacional: psicanálise e relações de trabalho. SP: Ed. Escuta, 2000.
GRAMIGNA, M.R.M. - Jogos de Empresa. São Paulo: Makron Books, 1994.
HIRIGOYEN, Marie-france. Mal-estar no Trabalho. Redefinindo o assédio moral. Bertrand Brasil, 2002.
LIMA, M. E. A.; ARAÚJO, J. N. G.; LIMA, F. P. A. L.E.R: dimensões ergonômicas e psicossociais. Belo Horizonte: Health, 1998.
OCAMPO, M. L. S. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. 10 ed. SP: Martins Fontes, 2001.
MOSCOVICI, F. - Desenvolvimento Interpessoal: treinamento em grupo. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1983.
PAIM, I. Curso de Psicopatologia. 11 ed. SP: EPU, 1993.
PARAGUAY, A. I. B. B. Da organização do trabalho e seus impactos sobre a saúde dos trabalhadores. In: Patologia do Trabalho. 2 ed. SP: Atheneu, 2003. v 1, cap. 17, p. 812-823.
PEREIRA, P. V. A. Uma contribuição ao estudo das emoções no trabalho: o caso dos oficiais de justiça avaliadores do judiciário mineiro. 2005. 129p. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.
RIGAMONTE, R. C. O funcionário público do Poder Judiciário. A preservação da saúde frente às adversidades do contexto de trabalho. 1998. 150f. Dissertação (Mestrado em Administração) - CEPEAD, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1998.
ZANELLI, J.C., Andrade, J. E. B, e Bastos, A.V.B. - Psicologia, Organizações e Trabalho. Porto Alegre: Artmed, 2004.
ZIMERMAN, D. E. Fundamentos básicos das grupoterapias. Porto Alegre: Artmed, 1999.

3 comentários:

Emanoella disse...

Olá Prof. Lélio Braga Calhau. Meu nome é Maria Eduarda, sou formada em Psicologia com especialização em Psicopatologia. Estou em busca de um curso de mestrado na área forense próximo a minha região (São Paulo) o senhor poderia me orientar em algum?

Att;

Madu

Anônimo disse...

professor lélio bom dia,meu nome é Oraide lakundê,formanda em psicologia clinica,bolsista pró-uni e oriunda das comunidades indigenas...gostaria de me especializar em psicologia criminal e de ser sua discipula,sou á primeira indigena á concluir o curso de psicologia no Brasil.abraços...
atenciosamente:
Oraide lakunde nawbiwaras

Anônimo disse...

Prof.Lélio, estou terminando a graduação em psicologia e gostaria de saber se existe algum curso de especialização ou mestrado na área criminal no Estado de SP?
Ou algum outro Estado mais próximo?
Att,Barbara