terça-feira, 14 de outubro de 2008

Policiais do RJ e TO aprendem a usar força sem uso de armas letais
Policiais civis e militares do Rio de Janeiro e do Tocantins vão aprender a explorar todas as alternativas antes de usar a arma letal – procedimento que ajuda a reduzir mortes nas ações policiais.
A iniciativa, uma das ações do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), é promovida pela Força Nacional de Segurança, do Ministério da Justiça, em parceria com a Polícia Militar do Distrito Federal.
Nas aulas, os policiais deverão aprender táticas de defesa sem uso de armas, técnicas de imobilização, controle das mãos-livres, entre outras.
Também estão previstas aulas sobre armas não letais (arma de imobilização onda T, gás para contenção de distúrbios e munição não-letal).
Os 30 policiais formados pelo curso estarão preparados para repassar os conhecimentos para suas corporações nos estados. A meta é que os multiplicadores consigam capacitar, ainda este ano, 500 profissionais no Rio de Janeiro e Tocantins.
De acordo com o major Pontes, coordenador do curso pela Polícia Militar do Distrito Federal, o curso vai ajudar a consolidar o uso dessas técnicas nos estados. “As aulas têm como foco oferecer conhecimentos para que o policial, no dia-a-dia, não utilize a arma como primeira resposta ao cidadão infrator. Esse tipo de atitude visa preservar vidas e garantir direitos fundamentais”, concluiu.
Até o dia 31 de outubro, as aulas teóricas e práticas acontecerão nas instalações da Academia de Polícia Militar do Distrito Federal e no Batalhão de Operações Especiais. Fonte: MJ

Nenhum comentário: