quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Estado de Minas Gerais tem novo procurador-geral de Justiça
Alceu José Torres Marques é o novo procurador-geral de Justiça de Minas Gerais. Marques, que será o chefe do Ministério Público Estadual no biênio 2009/2010, foi empossado pelo governador do Estado, Aécio Neves, e entrou em exercício durante sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça, ontem, 9 de dezembro, às 17h30, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça. Cerca de 500 pessoas compareceram à cerimônia.
Durante a solenidade, o primeiro a falar foi o ex-procurador-geral de Justiça Jarbas Soares Júnior, que se despediu e agradeceu a todos que colaboraram ao longo de sua gestão. “A equipe que esteve comigo nesses anos, não tenho dúvidas, foi, se não a melhor, a mais completa de todos os tempos. Trabalhou com amor. Sonhou o impossível, fez o impossível. Do servidor das funções burocráticas – também necessárias – ao construtor de sonhos – fundamental – marchamos unidos, sem arrefecer ante os desafios, e hoje, olhando para trás, num julgamento isento e que ainda virá – podemos nos sentir orgulhosos do antes, e agora do depois. Obrigado a todos os colegas de Administração! Acreditem: fizemos o impossível!”.
Discurso de posse
No discurso de posse, Alceu Torres Marques destacou o seu compromisso com a Instituição: “consciente da responsabilidade assumida e sucedendo outros grandes homens que, antes de mim, também serviram à causa pública, liderando o Ministério Público das alterosas, me comprometo a geri-lo, pelos próximos dois anos, orientado exclusivamente pelos princípios e valores que privilegiam o interesse público e os novos atributos subjetivos da sociedade civil”. O novo procurador-geral de Justiça também reafirmou o desejo de contribuir para “um Ministério Público resolutivo, ágil, eficiente, capaz de antecipar problemas e construir soluções”.
O governador Aécio Neves falou sobre a importância de fortalecer o Ministério Público. “Hoje o Ministério Público desempenha papel primordial. Em Minas Gerais, o dinamismo possibilitou resultados positivos na promoção de Justiça e de cidadania”. E completou dizendo que “a marcante trajetória e a vasta experiência proporcionam ao novo procurador-geral de Justiça capacidade suficiente para vencer desafios”. Compuseram a mesa de honra o ex-procurador-geral de Justiça Jarbas Soares Júnior; o procurador-geral de Justiça empossado, Alceu José Torres Marques; o governador do Estado, Aécio Neves; o presidente da Assembléia Legislativa, Alberto Pinto Coelho; o presidente do Tribunal de Justiça, Sérgio Antônio de Resende; o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo; o corregedor-geral do Ministério Público, Márcio Heli de Andrade; e o presidente da Associação Mineira do Ministério Público, José Silvério Perdigão.
Prestígio
Entre outras autoridades, compareceram à solenidade o presidente do CNPG e procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Marfan Martins Vieira; o procurador-chefe da República em Minas Gerais, Tarcísio Humberto Parreiras Henriques Filho; a sub-procuradora-geral de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Isabel Dias Almeida; o defensor público-geral, Belmar Azzi Ramos; o corregedor-geral da Defensoria Pública de Minas Gerais, Marcelo Tadeu de Oliveira; a auditora-geral do Estado de Minas Gerais, Maria Celeste Morais Guimarães; o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Raphael Guimarães Andrade; o secretário de Estado de Defesa Social, Maurício Campos Júnior; o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Agostinho Patrus Filho; o secretário de Estado de Fazenda, Simão Cirineu Dias; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Raimundo Cândido Júnior; o comandante do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), brigadeiro-do-ar José Geraldo Ferreira Malta; o chefe da Polícia Civil do estado de Minas Gerais, delegado-geral Marco Antônio Monteiro de Castro; o procurador-geral do Município de Belo Horizonte, Marco Antônio de Rezende Teixeira.
Fonte: Asscom do MP-MG

Nenhum comentário: