sábado, 16 de agosto de 2008

Dica de filme - tema: drogas.
Eu, Christiane F., 13 anos, drogada e prostituída (1981).
Sinopse
Na cidade de Berlin, nos anos 70, Christiane, uma adolescente, mora com sua mãe e sua irmã menor em um típico apartamento da cidade. Ela é fascinada para conhecer a "Sound", uma nova e moderna discoteca. Apesar de menor de idade ela pede a sua amiga para leva-la lá ela conhece Detlev, assim ela se aproxima do terrível mundo das drogas. Primeiro é o álcool, depois a maconha, assim passo a passo ela começa a mergulhar cada vez mais profundamente no submundo do vício e da prostituição colocando-se à beira da morte. Um filme de cenas fortes e muito reais que nos transmite os horrores do mundo do vício entre os jovens.
As drogas
Este filme passou na década de 80 nos cinemas brasileiros com censura de 18 anos. Não pude ver, pois tinha 12, 13 anos, mas a gente no colégio sabia do filme. Todavia, sabíamos pouco da estória. O Vídeocassete ainda não chegara "pra valer". Isso só aconteceu em 1984/1985. Muita coisa mudou e chegou a minha vez de ver o filme, agora em 2008.
A temática do filme e as imagens são fortes. O filme é bem mais pesado que Aos treze (com Holy Hunter) e outros da espécie. É um caso real, para tristeza, essa semana saiu notícia na mídia que a "Christiane F", real, não a atriz do filme, deu recaída e teve novos problemas pesados com drogas.
Visão interdisciplinar
Sem a ajuda da psicologia, psiquiatria, psicanálise, religião etc, o Direito continuará sua "missão Dom Quixoteana" de resolver os conflitos, que envolvam drogas, sem a mínima chance de possibilitar uma solução efetiva (e duradoura) para o problema.
Enquanto os profissionais do Direito "se acharem" mais preparados que os outros profissionais (acima citados), para lidar com o problema das drogas continuaremos fracassando. É preciso uma visão interdisciplinar e respeitosa para um diálogo efetivo entre os saberes.

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa lembrança, o filme dá pra ser trabalhado em aulas de Criminologia, Maria thereza, Belo horizonte (MG)