quarta-feira, 20 de agosto de 2008

STF. Liminar suspende decreto de prisão preventiva contra Kiavash Joorabchian
O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu liminar em Habeas Corpus (HC 94404) para suspender o decreto de prisão preventiva do iraniano Kiavash Joorabchian, ex-presidente da empresa MSI, antiga parceira do clube de futebol Corinthians paulista.
A decisão vale a até o julgamento final do habeas, sem previsão de data.
A prisão de Joorabchian foi decretada pela 6ª Vara Criminal Federal da 1ª Subseção Judiciária do estado de São Paulo. No Brasil, o iraniano é acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
Fonte: STF

Nenhum comentário: