sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Gilmar Mendes pede providências à PF sobre atentado a juiz
O presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Gilmar Mendes, pediu ao diretor da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, providências na apuração do atentado à casa do juiz federal Luiz Carlos Canalli, ocorrido na madrugada desta sexta-feira (19).
Gilmar Mendes conversou mais cedo com o juiz, que é diretor do fórum da Justiça Federal de Umuarama, município localizado a noroeste do Paraná. Canalli relatou a ele os detalhes do atentado. Esta é a segunda tentativa de homicídio contra juízes federais ocorrida em sete meses na cidade. A primeira foi contra o juiz Jail Benites de Azambuja, que teve o carro baleado no dia 28 de fevereiro.
Canalli contou à imprensa que foi acordado por tiros de pistola 9 mm disparados contra a fachada de sua casa, sobretudo na altura da garagem. Testemunhas relataram aos jornais locais que os dois autores do crime estariam numa moto. Fonte: STF

Nenhum comentário: