segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Criminologia vive bom momento no Brasil
Durante minha presidência da mesa com Lola Anyar de Castro e Sacha Darke, no seminário internacional sobre as perspectivas para a justiça criminal, realizado pelo Ministério da Justiça na sede da AASP, em São Paulo, registrei com muito agrado o bom momento que a Criminologia vive no Brasil.
Isso pode ser comprovado pelo grande número de obras de qualidade que foram lançadas nos últimos dois ano aqui no Brasil.
Posso citar, entre outros exemplos: Criminologia, de Sérgio Salomão Shecaira; Antimanual de Criminologia, de Salo de Carvalho; Introdução á Criminologia (tradução) de Winfried Hassemer e Munoz Conde; Introdução á Criminologia de Alfonso Serrano Maillo (tradução de Luiz Régis Prado); Criminologia Clínica e Psicologia Criminal, de Alvino Augusto de Sá, obras essas de primeira grandeza.
No mesmo sentido, a Criminologia passou no período a ser cobrada cada vez mais em concursos públicos, em especial, para promotor de justiça e delegado de polícia, sinalizando que o espaço da Criminologia tende a crescer cada vez mais nos próximos anos.

Nenhum comentário: