segunda-feira, 28 de julho de 2008

STJ. Estudante flagrado com LSD continuará preso
O estudante G.M.M., que responde pelo crime de tráfico internacional de drogas, continuará preso preventivamente. A decisão é da Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou o pedido de liminar em habeas-corpus impetrado pela defesa do estudante. Ele foi preso em flagrante no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR), quando recebia de um outro denunciado cerca de 4,5 mil pontos de LSD vindos de Portugal.
A defesa recorreu ao STJ alegando ausência de fundamentação no decreto que determinou a prisão preventiva.
A decisão do STJ destaca que, em princípio, os elementos concretos do caso não parecem desvinculados. Para ele, não se apura a plausibilidade para o deferimento da medida de urgência.

Nenhum comentário: