sexta-feira, 4 de julho de 2008

Tribunal do Júri
Muita insatisfação entre os advogados criminais brasileiros. Alegam que os jurados ficarão confusos com a quesitação mais simples da reforma do CPP. Reforma inibiu a quesitação complexa, confusa e sempre questionável que havia anteriormente.

Nenhum comentário: